Thursday, July 25, 2024
Google search engine
InícioEducaçãoIA, ensino adaptativo e a personalização da aprendizagem

IA, ensino adaptativo e a personalização da aprendizagem

Por Taynaah Reis*

Já estamos presenciando o alvorecer de uma nova era educacional pós-Inteligência Artificial (IA). A tecnologia não apenas complementa, mas transforma de maneira significativa os métodos e práticas educacionais. A IA desempenha um papel crucial nesta transformação, pois permite que os sistemas de ensino analisem e interpretem grandes volumes de dados do aluno de maneira eficaz, permitindo ajustes quase instantâneos nas estratégias de ensino com base na aprendizagem do aluno.

As instituições já percebem o poder da inteligência artificial para proporcionar benefícios substanciais para todos os envolvidos no ecossistema educacional. A tecnologia vem sendo utilizada para automatizar tarefas administrativas, melhorar a eficiência do ensino e, mais crucialmente, personalizar a experiência de aprendizado para atender às necessidades individuais de cada estudante, como um mentor virtual individualizado que conhece todas as suas forças e pontos de melhoria perfeitamente.

Ensino adaptativo e a personalização da aprendizagem

A Base Nacional Comum Curricular (BNCC) está organizada com base nas competências e habilidades dos estudantes e, nesse sentido, a IA atende o conceito de ensino adaptativo, uma metodologia que utiliza a tecnologia para personalizar a experiência de aprendizado de acordo com as necessidades e habilidades individuais de cada aluno. O ensino adaptativo é caracterizado pela capacidade de moldar o conteúdo, o ritmo, a sequência e o estilo de ensino com base na performance e no comportamento do aluno em tempo real. Desta forma, cada estudante recebe um roteiro de aprendizado exclusivamente projetado para ele, que considera suas forças, fraquezas e preferências.

Ou seja, em vez de uma abordagem “tamanho único”, a educação se torna uma experiência personalizada para cada aluno.

No Brasil, o avanço rumo a essa nova era de ensino adaptativo já está em pleno andamento. Já há empresas nacionais que se destacam por fornecer uma versão agnóstica de ensino adaptativo.

Os benefícios do ensino adaptativo são significativos. Ele não apenas torna o aprendizado mais envolvente e relevante para cada aluno, mas também tem o potencial de melhorar os resultados de aprendizado, pois se adapta ao ritmo do aluno, reforçando áreas de dificuldade e desafiando os alunos nas áreas em que eles já são proficientes.

A nova sala de aula: benefícios objetivos do uso da IA

Esta nova abordagem ao ensino e à aprendizagem não só melhora os resultados acadêmicos, mas também promove uma maior satisfação e engajamento dos alunos, auxilia a atuação dos professores e ajuda as instituições a alcançarem seus objetivos estratégicos.

Aos estudantes, promove uma aprendizagem adaptada ao seu próprio ritmo, ao mesmo tempo que oferece feedback em tempo real e apoio direcionado para áreas que precisam de reforço. Além disso, a IA pode criar planos de estudo personalizados que levam em conta as preferências de aprendizagem dos alunos, seus pontos de destaque e de melhoria. Pode também servir de mentor virtual para o aluno, acompanhando-o e orientando-o passo a passo em sua jornada de estudos.

No caso dos professores a automatização de tarefas administrativas, de avaliações e de sugestões de trilhas de aprendizagem por meio da IA libera mais tempo para os professores se concentrarem no que fazem de melhor: ensinar. Além disso, com a análise de dados em tempo real, os professores podem identificar áreas nas quais os alunos estão lutando e adaptar seus métodos de ensino de acordo.

Por fim, as instituições de ensino podem melhorar a satisfação do aluno e o desempenho acadêmico, levando a taxas de retenção mais altas e melhores resultados gerais. Além disso, as ferramentas de IA, podem ajudar as instituições a tomar decisões baseadas em dados sobre currículos e estratégias de ensino. Isso não apenas melhora a qualidade da educação oferecida, mas também torna as instituições mais competitivas.

O verdadeiro potencial da IA na educação vai além da implementação atual. À medida que a tecnologia continua a avançar, a IA promete remodelar a educação em escala global, criando oportunidades para um ensino de qualidade mais inclusivo, acessível e personalizado. A nova era educacional pós-IA, portanto, não é uma visão distante do futuro, mas uma realidade emergente que está remodelando a maneira como ensinamos e aprendemos.

*CEO da Inkluziva, fintech que usa Blockchain e Inteligência Artificial para gerar impacto social por meio de ações financeiras, de educação e saúde. Taynaah dedicou todo seu campo de estudo na utilização de diferentes plataformas tecnológicas em prol de corrigir desigualdades historicamente impostas pelo sistema bancário tradicional. Cursou economia na Universidade de Brasília e, em seguida, formou-se em Inteligência Artificial no Instituto de Tecnologia de Massachusetts; Cibersegurança e Inovação Disruptiva pela Harvard Business School e em Governança Ambiental pelo Instituto de Pós-Graduação em Estudos Internacionais e de Desenvolvimento.

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -
Google search engine

MAIS POPULARES