Saturday, March 2, 2024
Google search engine
InícioTecnologiaQuer mudar para a carreira de TI? Conheça alguns mitos sobre este...

Quer mudar para a carreira de TI? Conheça alguns mitos sobre este desafio

A tecnologia da informação (TI) é uma das áreas que mais crescem e se transformam no mundo atual. Por isso, alguns profissionais pensam em fazer uma transição de carreira para este setor. Mas será que existe uma idade certa ou algum tipo de habilidade prévia necessária para entrar na área de TI? Na verdade, existem muitos mitos em relação ao tema.
 

Pensando em desmitificar algumas informações sobre a carreira, Giuliana Corbo, CEO da Nearsure, empresa dedicada a relacionar talentos de TI da América Latina com o mercado norte-americano, elenca algumas informações que podem ajudar a esclarecer estas dúvidas.
 

Antes de mais nada, é importante lembrar que o crescimento do setor é real. Conforme dados da Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom), a perspectiva é que de 2021 a 2025, a tecnologia da informação contrate 797 mil pessoas no Brasil, sendo que até o final de 2022, já foram 261 mil admissões. A mesma entidade também projeta que o setor deve receber R$ 666 bilhões até 2026, fortalecendo a expansão dos serviços de tecnologia.
 

“Como se trata de uma área em expansão, teremos um número de vagas cada vez maior ao longo dos anos, focando em profissionais especializados, experientes e que possam contribuir com soluções inovadoras para o mercado. Quem está pensando em entrar na carreira de TI deve compreender que as perspectivas são ótimas, mas é preciso muita dedicação e estudo contínuo”, comenta Giuliana.
 

Atualmente a empresa, que também tem escritório em São Paulo, possui 88 brasileiros contratados e pretende expandir ainda mais. Até o final de 2023, a Nearsure prevê que estes profissionais sejam responsáveis por 40% de todo o seu faturamento. Como iniciativa de fomento à formação destes novos profissionais, a instituição é parceira do programa Codear Futura, que treina mulheres da América Latina para aprenderem programação de forma gratuita. Só neste ano, 166 brasileiras já participaram desta ação.
 

Abaixo estão alguns dos principais mitos apontados por Giuliana sobre o setor:
 

Mito: é impossível aprender programação quando se é mais velho

A linguagem de programação, assim como suas ferramentas, necessitam de dedicação e estudo. Qualquer pessoa pode aprender, independente da idade ou área profissional. É como aprender um novo idioma ou uma nova cultura. Atualmente, existem muitos materiais didáticos gratuitos disponíveis na internet, canais especializados, fóruns e grupos que se dedicam a compartilhar conhecimento com quem está começando no setor. Existem cursos universitários, mas não é obrigatório ter diploma para atuar no setor. Em alguns casos, com 12 meses de estudos em áreas específicas, alcançando certificações básicas, pode ser possível conseguir os primeiros trabalhos na área.
 

Mito: só quem domina matemática pode entrar na área

A matemática é útil em qualquer área, mas esse não é um requisito obrigatório no setor de TI. A verdade é que a lógica e o raciocínio são muito mais importantes. Ao longo da carreira, o profissional encontrará diversas ferramentas que simplificam as ações matemáticas, mas a diferença em seu trabalho estará em ações que necessitem da análise criteriosa de dados, habilidades para administrar redes e até mesmo gerenciar projetos. É importante dominar os recursos para encontrar soluções práticas e criativas.
 

Mito: a TI é uma área que não permite muita criatividade

A criatividade está presente na área de tecnologia em todas as suas aplicações. Por mais que se crie um imaginário de algo extremamente técnico, a capacidade de inovar e criar soluções é o que torna este setor tão necessário. Áreas como front end e back end, precisam de profissionais criativos para gerar funções, ferramentas e programações que consigam executar exatamente o que os clientes necessitam. Há também a segurança digital, responsável pela proteção de dados, entre outras, que buscam por pessoas que possam imaginar e compreender as necessidades do usuário.
 

Verdade: é preciso aprender inglês

O inglês é fundamental, não apenas para a pesquisa de conteúdos atuais sobre o setor, mas para acessar o mercado estrangeiro. As empresas internacionais buscam por talentos em todo o mundo, então, além das habilidades técnicas, é importante conseguir se comunicar utilizando o idioma praticado entre os contratantes. Com uma busca adequada, é possível encontrar sites, materiais e canais dedicados ao ensino da língua inglesa de forma gratuita.
 

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -
Google search engine

MAIS POPULARES