Thursday, July 25, 2024
Google search engine
InícioConsumoIA generativa: quais impactos ela pode gerar aos negócios?

IA generativa: quais impactos ela pode gerar aos negócios?

por Bárbara Fraga*
 

A Inteligência Artificial (IA) generativa emergiu como uma das inovações tecnológicas mais promissoras dos últimos anos, demonstrando um potencial impressionante para transformar o cenário empresarial. Podemos ver isso em números.
 

De acordo com um relatório da consultoria global de gestão McKinsey, cerca de 75% do valor que os casos de uso da IA generativa pode proporcionar está concentrado em quatro áreas cruciais: operações do cliente, marketing e vendas, engenharia de software e pesquisa e desenvolvimento (P&D).
 

Essa tecnologia possui a capacidade de aprimorar a interação com clientes, criar conteúdo criativo para fins de marketing e vendas, e até mesmo gerar código de computador com base em instruções em linguagem natural. Essas são apenas algumas das diversas tarefas que a IA generativa pode executar, destacando sua relevância multifacetada no mundo dos negócios.
 

A influência dessa tecnologia não é limitada a setores específicos, pois ela promete causar um impacto significativo em todas as indústrias. Exemplo disso, está em áreas como bancos, tecnologias avançadas e ciências da vida, que se colocaram na posição de colher os maiores benefícios, com previsões de grandes impactos em suas receitas.
 

Segundo outro estudo da McKinsey, o setor bancário, por exemplo, poderia adicionar entre US$ 200 bilhões e US$ 340 bilhões anualmente, enquanto no varejo e no setor de bens de consumo, o impacto potencial poderia variar de US$ 400 bilhões a US$ 660 bilhões por ano.
 

Os benefícios são inúmeros, entretanto, a jornada para aproveitar plenamente os ganhos da IA generativa está apenas começando. Embora haja empolgação em relação à tecnologia, a implementação completa levará tempo e exigirá o enfrentamento de desafios significativos. Isso inclui a gestão dos riscos inerentes à IA generativa, o desenvolvimento e o mapeamento das habilidades necessárias para o trabalho. Além disso, o uso dessa ferramenta também exige a reestruturação de processos de negócios para ser incorporada no dia a dia da operação de uma empresa.
 

Estas afirmações são comprovadas nos estudos sobre as expectativas dessa tecnologia. Conforme previsões do Gartner, até 2025, estima-se que 30% das mensagens de marketing enviadas por grandes organizações serão formadas sinteticamente. Além disso, a produção de filmes de sucesso pode ser dominada pela geração de imagens por IA até 2030.
 

Vale destacar que a gama de oportunidades proporcionadas pela IA generativa é dividida em três categorias: possibilidades de receita, de custo e produtividade, e de risco. Quando avaliamos as questões relacionadas à receita, essas incluem a criação mais rápida de novos produtos, enquanto custo e produtividade englobam a melhoria das habilidades dos trabalhadores e a otimização de processos. E, finalmente, a IA generativa tem o potencial de melhorar a análise de dados e mitigar riscos, garantindo a conformidade regulatória e a sustentabilidade.
 

Outro fator importante que a IA generativa nos trouxe foi uma maior visibilidade e necessidade de uso da tecnologia dentro das organizações. Existem diversos algoritmos tradicionais de análise avançada e aprendizado de máquina que são altamente eficazes na execução de tarefas numéricas e de otimização, os quais podemos usar para resolver problemas como modelagem preditiva.
 

Ao abrir a porta para a curiosidade e a exploração, ela inspira abordagens criativas e inovadoras para desafios complexos, desencadeando uma reflexão mais profunda sobre o potencial da Inteligência Artificial. Ao invés de substituir métodos tradicionais, a IA generativa os complementa, agregando uma dimensão criativa à caixa de ferramentas para ampliar as possibilidades, tanto nas operações comerciais quanto na concepção de novas soluções.
 

Em resumo, a IA generativa está moldando uma nova era de inovação e eficiência nos negócios. Seu impacto abrange setores diversos, automação de tarefas, criação de valor econômico e preparação da força de trabalho para um futuro repleto de colaboração com máquinas inteligentes. Embora os desafios persistam, a jornada rumo à realização completa do potencial da IA generativa está em pleno andamento, prometendo um futuro transformador para as empresas e para a sociedade.

*Bárbara Fraga é Consultora e Estrategista em IA da A3Data, consultoria especializada em dados e inteligência artificial. 

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -
Google search engine

MAIS POPULARES