Monday, February 26, 2024
Google search engine
InícioTecnologiaSaiba como a inteligência de dados pode ajudar a evitar golpes financeiros

Saiba como a inteligência de dados pode ajudar a evitar golpes financeiros

No Brasil, foram registradas alarmantes 2,8 mil tentativas de fraudes financeiras em canais eletrônicos por minuto durante o primeiro trimestre de 2023,

A crescente preocupação com fraudes no ambiente digital tem colocado empresas e consumidores em alerta. Nesse contexto desafiador, a inteligência de dados se destaca como uma ferramenta essencial para combater tais ameaças. Ela permite analisar informações em tempo real, dando recursos para que as organizações avaliem fatores como a localização do usuário, o dispositivo utilizado e o histórico de compras, garantindo a autenticidade das transações.

Eduardo Daghum, CEO e fundador da Horus Group, empresa especializada em análise de fraudes, ressalta que, à medida que as estratégias de fraude e golpes se tornam mais sofisticadas, a resposta deve ser igualmente avançada. Para isso, a inteligência de dados desempenha um papel vital, fornecendo as ferramentas necessárias para identificar e combater ameaças em tempo real.

No Brasil, foram registradas alarmantes 2,8 mil tentativas de fraudes financeiras em canais eletrônicos por minuto durante o primeiro trimestre de 2023, de acordo com informações da startup de cibersegurança CAF – Empresa Antifraude Nacional. Isso ocorreu mesmo com o aumento de 11 vezes nos gastos com treinamento em segurança para equipes de TI entre 2021 e 2022, como aponta a pesquisa Febraban de Tecnologia Bancária.

Assim, Eduardo destaca a urgência de lidar com atividades fraudulentas no ambiente digital e lista algumas medidas, baseadas na inteligência de dados, que podem ser implementadas por empresas e instituições. Confira:

Análise de Comportamento do Usuário

A inteligência de dados pode ser usada para criar perfis de comportamento do usuário, permitindo a identificação de atividades anômalas. Por exemplo, se um usuário geralmente faz compras em um local específico e, de repente, realiza uma transação em um país distante, isso pode acionar um alerta.

“A análise de comportamento do usuário é feita através do olhar atento da segurança digital. Ela auxilia a rastrear padrões e comportamentos que podem desencadear alarmes sobre atividades suspeitas. Ao analisar estes alertas, podemos detectar rapidamente qualquer desvio do padrão usual, o que nos ajuda a identificar possíveis ameaças e tomar medidas proativas para evitar fraudes”, comenta Daghum.

Verificação de Identidade
Nesse caso, a inteligência de dados pode ser usada para verificar a identidade de um usuário, comparando informações fornecidas com dados públicos e históricos. Isso serve para evitar roubo de identidade.

Detecção em Tempo Real

A análise de dados em tempo real permite identificar transações suspeitas no momento em que ocorrem. Isso é fundamental para prevenir fraudes “ao vivo”, como o bloqueio de transações fraudulentas antes mesmo que sejam aprovadas.

Monitoramento de Tráfego de Rede

Nesse aspecto, a inteligência de dados é usada para monitorar o tráfego de rede em busca de atividades suspeitas ou tráfego malicioso, como tentativas de invasão ou ataques DDoS (sigla em inglês para ataques Distribuídos de Negação de Serviço). Isso pode envolver o rastreamento de um grande volume de solicitações provenientes de múltiplos endereços IP ou a identificação de anomalias no tráfego, como tráfego excessivo em um curto período de tempo.

“O monitoramento de tráfego de rede é como um farol que guia o caminho digital. Ele permite identificar ameaças antes que elas se aproximem demais, mantendo todo o sistema mais seguro. Cada pacote de dados é examinado minuciosamente em busca de comportamentos suspeitos ou tentativas de acesso não autorizadas”, conclui o CEO.

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -
Google search engine

MAIS POPULARES